Segunda-feira, 8 de Outubro de 2007
As elites de Menezes
Luís Filipe Menezes apresentou-se a votos como o candidato das bases. Conquistada a liderança do PSD, precisa, ele próprio, de apresentar novos rostos e criar as suas elites. Martins da Cruz, que agora se desdobra em entrevistas ao DN e Sic Notícias, é o primeiro nome promovido por Menezes ao restrito panteão dos senadores laranja. Todos os poderes precisam de uma caução intelectual e o pedigree aristocrático até fica bem a um líder com uma imagem populista. Martins da Cruz condensa, nos seus vícios e defeitos, o que de pior têm as elites políticas portuguesas. Uma sobranceria só possível em quem entende a vida pública como um sistema de castas, com a representação política reservada aos eleitos. Estes dispensam as minudências da democracia, colocando os seus assessores a velar pelo futuro académico da filha, ou da transparência nos negócios.

PS: Para mais informações sobre o personagem, vale a pena ler esta entrada do Vasco Carvalho.

publicado por Pedro Sales às 13:01
link do post | comentar |

Comentários:
De busili a 8 de Outubro de 2007 às 13:55
Realmente tem o perfil adequado,para o que aì vem.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds