Comentários:
De Rui Carlos Gonçalves a 23 de Setembro de 2007 às 10:15
"Rui, nunca usei o Btuga, não conheço quem geria aquilo e acredito no que dizes. Mas não merece ainda assim uma defesa de jeito?"

Não percebi muito bem a sua questão, mas alguém que em vez de tentar tornar o conteúdos acessíveis a todos, faz com que seja ele a ganhar com isso em vez dos autores dos conteúdo, não me parece que mereça muita defesa (ou merece tanta defesa como a empresas de distribuição de conteúdos)... E em vez de incentivar a divulgação da campanha de angariação de fundos do BTuga, podia dizer ao MM para usar o dinheiro que ganhou com isto!


De Paulo Mouta a 21 de Setembro de 2007 às 23:12
Não é nenhum sistema P2P em concreto mas sim o proóprio conceito que deve ser defendido. Além disso, não acredito que exista uma única pessoa à face deste planeta que nunca tenha pirateado seja o que for. Era interessante lançar o desafio para que fossem investigadas as casas dos senhores da ASAE ou mesmo da ASSOFT. Não há ninguém que nunca tenha copiado um CD ou DVD, fotocopiado ilegalmente um livro ou revista, sacado uns ficheiros mp3 ou filmes da net. E é impossível obter produtos artisticos por forma exclusivamente legal quando os rendimentos são ao nível do que conhecemos em Portugal. Está no interesse dos próprios artistas cortarem os laços que os prendem à indústria parasitária editorial e principalmente ao falso moralismo e legalismo das novas polícias de costumes fascizantes. A edição de autor e a livre distribuição (para quem por ela optar) são as melhores formas de existir (e resistir)como cultura nos dias de hoje longe de toda esta escumalha.


De FC a 20 de Setembro de 2007 às 18:33
Rui, nunca usei o Btuga, não conheço quem geria aquilo e acredito no que dizes. Mas não merece ainda assim uma defesa de jeito?


De Rui Carlos Gonçalves a 20 de Setembro de 2007 às 10:53
Defender o P2P é uma coisa, agora defender o BTuga?
O gajo que estava à frente daquilo andava a ganhar dinheiro à custa da partilha de conteúdos, o que me parece que vai contra o espírito do P2P (razão pela qual também não se deve misturar a Mula da Cooperativa com o BTuga).


Comentar post