Quarta-feira, 4 de Julho de 2007
Pimenta no cú dos outros para mim é refresco
Joe Berardo defendeu ontem, em declarações à Lusa, que a entrada no novo museu Colecção Berardo poderá manter a gratuitidade até ao final do ano. "A minha ideia de museus, do museu de todos nós, não foi fazer as pessoas começarem a desembolsar quando as coisas estão bastante difíceis".

Uma ideia simpática e que até era agradável que fosse extendida a outros museus. Só que Berardo, que cada vez mais se comporta como o dono do CCB e do destino dos dinheiros públicos, fala em causa alheia. Afinal, e é pena que Berardo se tenha esquecido de o esclarecer, os custos de manutenção, conservação, restauro e seguros do museus ficam todos a cargo do Estado. Só para 2007 são 3 milhões de euros de despesa para os cofres públicos. Com o dinheiro dos outros sempre foi fácil ser filantropo.

publicado por Pedro Sales às 16:34
link do post | comentar |

Comentários:
De Anónimo a 4 de Julho de 2007 às 19:40
Assim sucede com a fundação do Mário Soares, cuja renda do imóvel, no valor de 800 Contos/mês, é suportada pelos dinheiros públicos.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds