Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2007
A normalidade segue dentro de momentos
Hoje é dia de festa. O Tratado tem o nome da capital do país. Os transportes em Lisboa são gratuitos e os museus têm as portas abertas sem cobrar bilhete. Os jornalistas, esses, meteram o dia de folga. Numa espantosa operação, os assessores de imprensa do governo tomaram conta da emissão das rádios e televisões.
Etiquetas:

publicado por Pedro Sales às 14:30
link do post | comentar |

Comentários:
De Anónimo a 17 de Dezembro de 2007 às 13:11
Mas... Mas... o que é que está a dizer??? Se os senhores comeram pasteis de belém, servidos pelo Cavaco com café!!!!!

O que mais interessa saber, por Deus????


De Anónimo a 13 de Dezembro de 2007 às 20:44
Não perdem pela demora. A "arraia-miúda" vai acabar por pagar tudo aquilo que hoje foi à borla. É como nos supermercados com as promoções.
Não é verdade que o país está a ser governado com base numa escrita de mercearia?


De A. Cabral a 13 de Dezembro de 2007 às 16:21
viva portugal dos eventos, hip, hip...


De Pedro Sales a 13 de Dezembro de 2007 às 15:59
De acordo. Já o Garret dizia que, de 15 em 15 dias, os ministros deviam conhecer uma rua nova, pois parecia ser essa a única forma das ruas estarem calcetadas.


De Hélio a 13 de Dezembro de 2007 às 15:50
A (a)normalidade segue dentro de momentos.
Todos os dias deviam ser dias de tradado, quanto mais não fosse para ter os museus todos de portas abertas e com entradas gratuitas.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds