Segunda-feira, 22 de Outubro de 2007
O telefone do sr. procurador
"Penso que tenho um telemóvel sob escuta. Às vezes faz uns barulhos esquisitos". Pinto Monteiro, procurador-geral da República, ao "Sol".

A entrevista de Pinto Monteiro ao “Sol” tem gerado as mais variadas perplexidades. A mim, o que me causou mais impressão foram mesmo os barulhos do telemóvel do sr. procurador-geral da República. Uma das mais importantes figuras do Estado que, em pleno ano II Depois do Plano Tecnológico, ainda tem um telefone que faz barulhos estranhos não prestigia as nossas forças de investigação judicial.

Das duas uma. Ou as autoridades recolhem e gravam as escutas telefónicas como se fazia no tempo das centrais telefónicas analógicas - o que é preocupante pela ineficácia que revela -, ou Pinto Monteiro julga que, no século digital e em que tudo se transforma em zeros e uns, as polícias utilizam métodos de investigação dignos de um filme do Humphrey Bogart. O que também não augura nada de bom sobre o seu conhecimento da realidade. Pelo sim pelo não o melhor é o senhor procurador-geral comprar um novo telefone, de preferência com um cartão pré-pago. E sem toques polifónicos. Não há barulho mais irritante nos telemóveis.
Etiquetas:

publicado por Pedro Sales às 18:48
link do post | comentar |

Comentários:
De abidos a 24 de Outubro de 2007 às 12:40
Portucale, Casa Pia, Apito Dourado...

Existirá alguém com preocupações suficientes, e com os meios, para colocar o telefone do PGR sobre escuta?

Sinceramente, penso que a indirecta, foi para os Procuradores Distritais, os conflitos internos são muitos, o PGR não os pode escolher, e no fundo são estes Procuradores Distritais que realmente tratam dos processos, e são estes que requerem as escutas...!!!


De ruy a 23 de Outubro de 2007 às 12:57
O barulho não está no telemóvel. O barulho está na cabeça do senhor Procurador.


De Paulo Mouta a 23 de Outubro de 2007 às 00:09
Se calhar esta não é para ser lida pelas linhas mas sim pelas entrelinhas...


De A. Cabral a 22 de Outubro de 2007 às 21:05
O transacto Procurador, em comissao parlamentar sobre as escutas, fez testemunho de que a era digital e' para a miudagem. Indicou que tinha umas "meninas que sabiam trabalhar com folhas de excel" e que nao lhe disseram directamente quem estava sobre escuta. Ainda devem dactilografar cartas, ou entao pedem as meninas...


De samuel a 22 de Outubro de 2007 às 21:04
Quase todos os "barulhinhos" são irritantes ou preocupantes menos o "barulhinho bom" da Marisa Monte.


De Anónimo a 22 de Outubro de 2007 às 20:53
O Sr.procurados deve ter dito isso a brincar.Se falou a sério é melhor realmente mudar de telemóvel


De Nuno a 22 de Outubro de 2007 às 20:45
Mal por mal prefiro ter o telefone sobre escuta do que com toques polifónicos! de facto telemóvel com mais de 7 notas musicais é claramente irritante! mesmo assim o senhor procurador deve ter pouca rede no telemóvel .... Agora barulhos esquisitos !?? Absurdo! P


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds