Quinta-feira, 2 de Agosto de 2007
Jornalismo de sarjeta
Rupert Murdoch, o dono do maior grupo de comunicação social do mundo, a News Corp, comprou a empresa detentora do Wall Street Journal por 3700 milhões de euros. Rupert Murdoch não é apenas o dono de um imenso império mediático. É um radical de direita que usa os seus órgãos de comunicação ao serviço de uma agressiva agenda política. Apoiante da administração Bush desde o primeiro dia, os seus jornais e televisões estiveram na primeira linha do apoio à guerra do Iraque. A Fox News, como aqui já mostrámos por diversas vezes, é o braço armado desta forma muito peculiar de fazer jornalismo, onde passa por normal ver comentadores a discutirem como o serviço público de saúde fomenta o terrorismo. Agora, com a aquisição do Wall Street Journal, Murdoch ganha aquilo que lhe faltava: um jornal influente que lhe permita disputar a imprensa de referência ao New York Times. O jornalismo tem os dias contados no centenário Journal. Chegou Murdoch e os seus amigos neo-conservadores para abastardar a informação. As consequências globais deste negócio serão imensas, até porque, como hoje recorda Sena Santos no Diário de Notícias, o próximo passo, a internet, é um negócio “planetário e apetecível”.


Deixamos aqui mais um exemplo do “jornalismo” da Fox News, mais uma vez atacando os candidatos presidenciais democratas. Depois de perseguirem Obama porque este fumava, qual foi o crime desta vez? Aceitaram participar na convenção anual do Daily Kos - um dos maiores blogues mundiais, com quase 500 mil leitores diários(!). Usando uma imagem colocado por um leitor não registado nesse site, o comentador da Fox elabora toda uma mirabolante tese sobre o extremismo da blogosfera e como esta tem empurrado o partido democrata para o radicalismo político. Inacreditável. Tudo isto, pelo mesmo idiota que, quando foi a São Francisco, não teve nada mais elegante para afirmar do que "[I]f Al Qaeda comes in here and blows you up, we're not going to do anything about it. ... You want to blow up the Coit Tower? Go ahead".

publicado por Pedro Sales às 18:54
link do post | comentar |

Comentários:
De L. Rodrigues a 3 de Agosto de 2007 às 12:13
Vale a pena ver o Documentário OutFoxed no Google Video.


De fc a 2 de Agosto de 2007 às 21:02
Há quem diga o contrário: Murdoch é tão esperto que não vai tocar no estatuto editorial do WSJ/Dow Jones. Fazê-lo seria destruir aquilo pelo qual pagou 5 mil milhões de dólares, o nome do jornal. Quem sabe para criar um canal de notícias de economia para rivalizar, por exemplo, com a CNBC.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds