De LVB a 30 de Outubro de 2007 às 22:22
Na minha opinião apenas deveria haver escolas públicas, mas deveria ser permitido que cada escola tivesse liberdade de escolher os programas e os métodos, existindo, é claro, uma linha condutora comum a todo o ensino.
O perigo das escolas privadas é o de retirar os melhores alunos à publica transformando esta num repositório dos alunos com piores condições financeiras, os quais normalmente vivem em ambientes culturais mais pobres. Para mim só num ambiente exigente é que se pode ser melhor, ora se na pública ficarem os piores, vai ser dificil que alguém consiga superar esse ambiente.
Além disso, no acesso à universidade apenas deveria contar a nota dos exames nacionais ou de um exame feito por cada faculdade. esta é a única forma de acabar com o negócio da educação praticado por alguns externatos. Caso paradigmático é do externato RIBADOURO cujas as notas são inflacionadas em média 5 valores!! ano após ano!!
Que igualdade de oportunidades é esta se quem tem dinheiro compra notas e por isso consegue entrar nos melhores cursos?


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres