Sexta-feira, 13 de Julho de 2007
Mundial para maiores de 18

Os empregados de mesa mais irritantes não são os incompetentes. São os incompetentes que, não acertando um pedido, estão o tempo todo a representar o papel que é esperado ser feito por um empregado de mesa. José Couceiro é assim. Vê-lo no banco é ver um homem que pensa e reflecte sobre cada remate, carrinho ou desarme. Há ali mais reflexão do que em cada volume de “Em busca do tempo perdido” ou na “Crítica da razão pura”. O problema é que um jogo só tem 90 minutos e tão sapiente meditação parece nunca chegar a tempo de influenciar o único resultado que as suas equipas conhecem: a derrota.

Definir Couceiro como treinador é dizer que, sob o seu comando, João Moutinho tem desafios em que joga mal. Até ontem o homem era só o aselha que treina as equipas jovens nacionais. Desde a madrugada de hoje é uma nódoa de treinador que, depois de mais um triste espectáculo oferecido pelas nossas selecções de futebol, foi perguntar ao árbitro quantos jogadores iam ser expulsos.

publicado por Pedro Sales às 20:44
link do post | comentar |

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds