Quinta-feira, 6 de Setembro de 2007
Há coisas fantásticas, não há?
Nos últimos tempos é rara a semana em que não recebo um sms da TV Cabo avisando-me que vão proceder a obras na minha zona para melhorar o serviço. De cada vez que isso acontece, a powerbox que tenho em casa fica mais instável e as interferências que, a principio, afectavam apenas um ou outro canal estendem-se agora a tudo o que mexe no ecrã.

Depois de dois telefonemas, e quase uma hora à espera para ser atendido, continuo sem encontrar uma alma caridosa, ou uma “amiga” da campanha publicitária mais idiota dos últimos tempos, que me atenda. Envie um e-mail, vai-nos dizendo uma voz automática. Pois. Não têm ninguém para atender as chamadas e querem que eu acredite que, se mandar um mail, alguém me vai responder em tempo útil. Que o meu filho acredite no pai natal e na história da carochinha é normal, e até saudável, que a TV Cabo julgue que eu ainda vou nessas histórias é que já me começa a parecer insultuoso.

Agora, o que é engraçado é que andam para aí uns senhores que passam a vida na imprensa a garantir-nos que os serviços públicos monopolistas só prestam maus serviços e não respeitam os clientes. Até pode ser, mas nunca devem ter posto os olhos em cima destas maravilhas do capitalismo global entregues a oligopólios privados e governadas num obscuro portuguesing, com os seus call centers a funcionar em outsorcing e sem parar de fazer downsizing ao seu pessoal.


publicado por Pedro Sales às 16:42
link do post | comentar |

Comentários:
De PAULO MOUTA a 9 de Setembro de 2007 às 01:41
Mais uma maravilha. Não paro de me surpreender. Quais economistas? Meu caro existem muitas teorias económicas e muitas delas que comprovam justamente o embuste da concorrência. Teorias contraditórias entre si mas que têm uma coisa em comum, a inabilidade de humanizar o sistema capitalista. A incapacidade de provar que o mercado é a forma ideal de auto-regulação da economia. O mercado e as suas leis têm significados distintos para diferentes economistas, formados nas mesmas escolas, pelos mesmos professores... quais economistas?...


De Joka a 8 de Setembro de 2007 às 16:04
Ó homem informe-se antes de escrever. Há dezenas de anos que os economistas chegaram a essa conclusão.


De PAULO MOUTA a 8 de Setembro de 2007 às 02:09
Fantástico. O Sr. Joka conhece a realidade da televisão por cabo de Cuba e da Venezuela. Curiosa e inocente escolha de países para dar como exemplo de sub-desenvolvimento. Até parece que o post não é sobre uma real forma de sub-desenvolvimento nesta Europa através de uma empresa tristemente privatizada e mais tristemente transformada em monopólio privado. Quem tem a esperança que o mercado e a sua regra da concorrência melhora serviços e baixa preços que espere sentado. Os serviços serão sempre maus e os preços manter-se-ão sempre muito acima do justo. A concorrência é um dos maiores embustes da nossa sociedade. É o principal factor, não da melhoria de serviços ou baixa de preços, mas sim dos despedimentos, da mão de obra cada vez mais barata e não qualificada e da precaridade no trabalho.


De Joka a 8 de Setembro de 2007 às 01:33
É apenas a constatação de que nesses países o serviço é mais caro e de pior qualidade.


De Pedro Sales a 7 de Setembro de 2007 às 18:00
Caro Joka,

A referência à Venezuela e a Cuba aparece a que propósito?


De JOKA a 7 de Setembro de 2007 às 10:06
1- Quando existia monopólio a situação era ainda pior.

2- Actualmente existe oligopólio, com favorecimento à PT, porque os partidos precisam de colocar os seus chulos nas empresas públicas. Assim, não existe livre concorrência. Mesmo assim está provado que esta situação é melhor do que o monopólio.

3- Quando Portugal caminhar para uma sociedade mais livre e desenvolvida entraremos na situação de concorrência, em que as empresas terão de competir entre si baixando preços e aumentando a qualidade.
Isto acontece nos países desenvolvidos, com os resultados que se conhecem. Na Venezuela e em Cuba não acontece.


De Gabriel a 7 de Setembro de 2007 às 09:35
Meus caros,
Tudo dependerá da zona de residencia, mas em muitas delas existam já, felizmente, empresas alternativas.

Façam como eu, declarem a vossa casa «Zona Livre do Grupo PT».

Verão como, para além de um melhor serviço (o que também não era difícil...), conseguem ainda poupar cerca de 50% dos custos mensais com telefone fixo/internet/cabo.


De José Balça a 6 de Setembro de 2007 às 23:23
Num fim de semana gastei cerca de 40 euros em telemovel, porque não tenho telefone fixo, a ligar para o apoio técnico da TVCabo porque os três serviços que tenho (net, TV e telefone), nenhum deles estava a funcionar correctamente. Depois de muito tempo de espera acabei por ficar exactamente com os mesmos problemas. Só consegui resolver tudo quando me dirigi pessoalmente a uma loja da TVcabo. Enfim a TVcabo tem vindo a perder muita qualidade ultimamente...


De J a 6 de Setembro de 2007 às 17:55
Então não é só a mim que acontece a cristalização da imagem (provavelmente porque eles não sabem fazer compressão) e a mensagem "não há sinal"...


De Nocas Verde a 6 de Setembro de 2007 às 17:51
permita-me a imod�stia e enviar-lhe um post verdadeiro...

http://avidadestelado.blogspot.com/2007/09/empresa-de-televiso-por-cabo-qq-nome.html


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds